Incêndios na Bolívia continuam e país deve receber ajuda internacional

  • 26/08/2019
  • 0 Comentário(s)

Incêndios na Bolívia continuam e país deve receber ajuda internacional

Após o presidente boliviano Evo Morales abrir a possibilidade de ajuda internacional ao país, devido aos focos de incêndio que ainda persistem na região da Chiquinatia, distante cerca de 250 km da fronteira com Corumbá, o governo boliviano anunciou que a Corporação Andina de Fomento (CAF), Peru e Argentina, se comprometeram a dar assistência à Bolívia.

Ainda de acordo com o governo do país vizinho, os Estados Unidos, o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e a Organização das Nações Unidas (ONU) deverão prestar cooperação técnica após o término do combate às queimadas, que estão destruindo grande parte da mata da Chiquinatia, mais precisamente na cidade de Roboré. A intenção é avaliar os prejuízos e formatar um plano de recuperação das áreas afetadas.

“Tivemos declarações de solidariedade nas redes sociais e contatos entre líderes. No entanto, é isso que conseguimos de concreto, com as sinalizações de ajuda por estes países", disse a presidente do Senado, Adriana Salvatierra, em entrevista ao Canal daUnitel.

Adriana Salvatierra ainda explicou que o governo de Martín Vizcarra, no Peru, enviará nas próximas horas dois helicópteros que se juntarão às sete aeronaves que trabalham nas áreas afetadas pelos incêndios na Bolívia. Ela também informou que a Corporação Andina de Fomento (CAF) prometeu meio milhão de dólares e um crédito para emergências destinados ao país andino.

Também no domingo (25), o ministro das Relações Exteriores Diego Pary anunciou que a Argentina havia disponibilizado apoio com seus “Cascos Blancos”, os “Capacetes Brancos”, especialistas encarregados de projetar e executar assistência humanitária internacional.

As áreas mais afetadas

O Ministério da Presidência, que faz parte do gabinete que coordena as tarefas de mitigação de incêndios na Chiquitania, identificou que existem cinco regiões fortemente afetadas pelos incêndios.

Jorge Ibáñez/El Deber

Incêndios são combatidos de forma intensa e área próximo a fronteira com Corumbá é uma das mais afetadas

“Estamos trabalhando 24 horas para conter o fogo. A capacidade operacional para mitigar o incêndio é sustentada no trabalho da Força Aérea Boliviana ”, afirmou Juan Ramón Quintana, ministro da Presidência.

Uma das áreas que requer ajuda está entre San José de Chiquitos e Roboré. No entanto, Quintana acredita que o controle das chamas nas últimas 48 horas, foi possível, minimizando os focos de incêndios nessa área.

O município de Carmen Rivero Tórres também foi identificado como um dos que precisam de ajuda. O fogo está na estrada que liga Roboré a Puerto Suárez, a poucos quilômetros de Corumbá, para onde foi enviada ajuda para combater os focos.

Além de Roboré, foram instalados comandos em San Ignacio de Velasco e Puerto Suárez, para coordenar operações aéreas e terrestres.

0 Comentários


Deixe seu comentário


Aplicativos


Locutor no Ar

AutoDJ

Piloto Automático

Peça Sua Música

Nome:
E-mail:
Seu Pedido:


Top 5

top1
1. Anderson Freire

Raridade

top2
2. Bruna Karla

Advogado Fiel

top3
3. Aline Barros

Casa do pai

top4
4. Anderson Freire

Acalma o meu coração

top5
5. Aline Barros

Ressuscita-me

Anunciantes